logo
Insparedes - Vento e condução obrigam a precaução!
blog-1

Vento e condução obrigam a precaução!


O vento é um fenómeno muito comum, principalmente no norte e litoral do país. Por isso, nunca é demais relembrar alguns conselhos que deve seguir para uma condução segura nestas condições!

Condutor que é condutor tem de estar atento a todas as situações enquanto conduz...contudo, há uma em especial que, embora não se veja, apresenta-se de forma lateral e é o suficiente para causar um acidente com consequências graves.

Por vezes, condições adversas caracterizadas por ventos são negligenciadas. Contudo, é importante ter em mente que, perante estas condições, a velocidade deve ser reduzida. 

Normalmente, em locais ventosos existem avisos intermitentes que chamam a atenção do condutor para este fenómeno, por isso, sempre que ler um destes avisos, o melhor será adequar a velocidade às condições atmosféricas e complementar com algumas correções do volante. 

Um dos maiores perigos das rajadas é provocarem em todos os veículos desvios de trajetória, especialmente quando passamos de zonas abrigadas para descampados ou quando ultrapassamos ou nos cruzamos com veículos de maiores dimensões. 

Quanto maior for o veículo com o qual nos cruzamos, maior será a tendência do nosso automóvel para ser sacudido por uma rajada de vento. Assim, o condutor deverá sempre adaptar a velocidade de circulação às caraterísticas do automóvel que conduz, mas também ao estado do tempo, às condições climatéricas e do asfalto. 

Os comportamentos de defesa deverão ser variados, porém grande parte dos condutores comporta-se de forma inadequada.

Quando devemos maximizar as precauções?

De acordo com o IMT, há três situações nas quais se deve prestar especial atenção, sendo elas as seguintes:

  • Ao sair de um túnel ou zona protegida, já que podemos vir a enfrentar rajadas de vento acima da média; 
  • Ao ultrapassar veículos de grandes dimensões, já que o vento pode ficar bloqueado e reaparecer repentinamente com mais força; 
  • Ao circular em pontes e viadutos, pois são zonas amplas em que o vento circula com mais liberdade e com corrente de ar.

Assim, é crucial minimizar a velocidade perante condições de vento, agarrando o volante com firmeza e evitando travagens bruscas. Além disso, e se o trânsito permitir, é preferível circular mais ao centro da estrada.

 

Em condições adversas, é primordial adoptar uma condução atenta e defensiva, evitando movimentos repentinos e bruscos e, claro, conduzindo com suavidade. Lembre-se que não é só a sua segurança que está em jogo, mas também a de todos os utilizadores da estrada!


A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!

Aceder à Fonte da Notícia