logo
blog-1

Vai comprar carro usado? Tenha alguns cuidados em mente!


A compra de carros usados em Portugal é uma opção muito popular para quem procura um veículo mais acessível.

No entanto, é importante conhecer a qualidade e a procedência do carro, através de uma boa pesquisa que nos permita conhecer o histórico do veículo, bem como o seu desempenho. Saiba tudo!

Com o avanço da tecnologia, os carros apresentam preços cada vez mais elevados, além de prazos de entrega cada vez mais longos. 

Como tal, a compra de carros usados continua a ser uma opção comum para grande parte dos portugueses. Embora seja uma prática comum, é importante ter em conta uma série de recomendações e primar por uma escolha em que haja lugar ao fornecimento de informação detalhada e transparente, de forma a não correr o risco de comprar “gato por lebre”. 

Descubra com a Insparedes alguns dos cuidados que deve ter na escolha de um carro usado:


Documentos em dia

É fundamental que o veículo apresente todos os documentos em dia, tais como o certificado de registo de veículo válido e a inspeção (MOT) em vigor, ou ainda a ficha técnica. É importante lembrar que estes requisitos são indispensáveis para a circulação  do carro. Por isso, antes de adquirir um automóvel usado, é essencial verificar se todos os documentos estão em ordem.


Verificar os dados técnicos e administrativos do carro

Ao avaliarmos os dados técnicos e administrativos do veículo, podemos obter informações valiosas, tais como a validade da inspeção técnica (MOT), a data do próximo serviço, a existência de dívidas ou processos judiciais em nome do proprietário, bem como outros problemas administrativos ou legais que possam afetar o veículo. Portanto, é essencial verificar esses aspectos antes de adquirir um carro usado, a fim de evitar possíveis transtornos futuros.


Avaliar os controlos de manutenção

É importante avaliar os controlos de manutenção do veículo antes de efetuar a compra, como por exemplo verificar se foram realizados na oficina da própria marca ou numa oficina independente. O fabricante recomenda que o carro seja submetido a uma verificação periódica após um período de tempo ou quilometragem determinados, a fim de manter a garantia do fabricante - especialmente importante em carros mais novos. 

Portanto, é imprescindível verificar se a manutenção foi realizada de acordo com as especificações do fabricante, de forma a garantir o bom funcionamento e a durabilidade do veículo.


Verificação visual do veículo

Mesmo sem possuir conhecimento técnico avançado, é possível identificar possíveis golpes que possam ocultar falhas no veículo. Na primeira inspeção visual, é importante verificar se os pneus estão em bom estado, pois a substituição pode resultar em avultados custos adicionais. 

Além disso, é recomendado avaliar o estado do interior do veículo, como os estofos, volante, interruptores, painel, cintos de segurança (se estão desfiados, partidos ou deformados) e a alavanca de velocidades. Essas inspeções visuais podem ser cruciais para identificar problemas que possam estar ocultos no veículo.


Testar o carro

Assim como testamos um carro novo antes de adquiri-lo, também é imprescindível testar um carro usado antes da compra. Nada é mais eficiente do que conduzir o veículo para verificar se atende às nossas expectativas. Durante o teste, é recomendado verificar o funcionamento dos travões, se há problemas com a mudança de marchas, se há ruídos estranhos e se há algum sinal de avaria no painel do veículo. Esses testes podem ser cruciais para identificar possíveis problemas mecânicos ou de condução antes de adquirir um carro usado.


Consulte a opinião do seu mecânico

Se o proprietário da viatura permitir, levar o carro ao mecânico é uma forma de assegurar que o carro se encontra em bom estado ou detectar possíveis investimentos que precisarão de ser realizados em breve. Caso a inspeção tenha sido realizada e uma falha tenha sido encontrada, é importante avaliar a sua importância. 

É viável resolver o problema? Qual o custo e quanto tempo o veículo vai ter de permanecer na oficina? Existe o risco de que a falha possa gerar problemas ainda maiores? Tais questões precisam de ser avaliadas para determinar se o investimento vale a pena ou se é melhor procurar outra opção.


Outras despesas do carro

É importante considerar as despesas adicionais do carro, tais como manutenção, MOP e seguro, bem como as despesas futuras relacionadas a possíveis controlos e avarias, dependendo do ano do veículo. Alguns controlos só são realizados após um certo número de quilómetros ou anos, como a substituição da correia de distribuição, o que pode ser um custo extra a ser negociado no preço de venda.


O carro cumpre as suas expectativas e necessidades?

Embora normalmente já verifiquemos essas informações previamente, é essencial conferi-las no próprio carro, tais como o número de lugares, a presença do sistema Isofix - altamente recomendado para sistemas de retenção infantil e obrigatório em carros novos desde 2014, o tipo de iluminação, o espaço interior, a distância entre o banco do condutor e o volante e o espaço disponível para bagagem. Verificar esses detalhes pode ser crucial para garantir que o veículo atenda às nossas necessidades.


Saber se existe garantia

Embora se trate de um carro usado, é fundamental o vendedor oferecer uma garantia de que o carro está em boas condições. Por isso, é importante fazer um controlo rigoroso do carro numa oficina, antes ou imediatamente após a sua compra. Desta forma, poderá detetar possíveis avarias não detetadas num primeiro contacto.



Comprar carro usado não tem de ser uma dor de cabeça…pode até ser uma agradável surpresa desde que, antes, se proceda a todos os cuidados para não dar um tiro no escuro!

A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!


Aceder à fonte da notícia