logo
Insparedes - Que cuidados deve ter em estradas com ciclistas?
blog-1

Que cuidados deve ter em estradas com ciclistas?


A estrada não é de exclusiva utilização dos automobilistas...como tal, motociclistas, peões e ciclistas fazem parte do leque de público da estrada.

Numa posição menos privilegiada, estão os ciclistas que, por inúmeras razões, são mais susceptíveis a riscos na estrada.

Exatamente para que protejam a sua segurança, e para que os possamos também ajudar nesse sentido, a Insparedes preparou-lhe algumas dicas de quais os melhores comportamentos a adotar para evitar que a vulnerabilidade dos ciclistas acabe em lesões.


Onde é comum encontrar grupos de ciclistas?

A prática do ciclismo tem ganho cada vez mais adeptos, o que acaba por gerar a proliferação de ciclistas em grupo. Esta abundância de ciclistas, geralmente, presencia-se em locais de clima ameno, zonas com grande densidade populacional e nas estradas circundantes, bem como em espaços naturais.


Porque gostam os ciclistas de andar em grupo?

A prática do ciclismo “em conjunto” permite a partilha de esforços entre os membros do grupo, pelo que se torna menos cansativo, mais prazeroso e menos arriscado do que circular sozinho, devido à necessidade de assistência em caso de avarias ou emergências.


Como deve ser feita a circulação em grupo?

Pedalar em grupo exige imensa atenção por parte dos ciclistas, já que devem manter a sua posição no grupo, o que exige uma grande habilidade para evitar tocar na roda das outras bicicletas. 

Assim, o ritmo deve ser consistente e idêntico ao dos outros ciclistas. Além disso, é recomendada a utilização de sistemas de iluminação específicos que garantam que a sua presença é notada na estrada. 

Do mesmo modo, é fundamental a comunicação entre os membros do grupo de ciclistas, o que acaba por assinalar possíveis eventualidades, marcos na estrada, situações de perigo, etc.


Como deve um automobilista passar por um grupo de ciclistas?

Na presença de um grupo de ciclistas, um automobilista deve adaptar a sua condução, de forma a garantir a sua segurança e dos outros utilizadores da via. 

Os ciclistas, por razões óbvias, viajam a uma velocidade consideravelmente mais baixa do que um carro. Por isso, o automobilista deve ter paciência e ajustar a sua velocidade, não pressionando os ciclistas aproximando-se deles, acelerando, buzinando ou adotando uma condução agressiva. 

Assim, a primeira atitude a tomar é manter o respeito, priorizando o espaço de segurança deles. Se optar por ultrapassar, deve manter uma distância mínima de 1,5m. 

No entanto, deve evitar ultrapassagens em estradas com linhas contínuas, bem como em estradas de duas vias que contenham ciclistas a circular no sentido contrário.



Desta forma, é possível garantir uma boa relação entre todos os utilizadores da estrada, desde que todos possuam comportamentos cívicos, munidos de respeito e responsabilidade!


A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!


Aceder à Fonte da Notícia