logo
blog-1

Novo ano a estrear, boas práticas de condução deve adotar!


2023 está mesmo no início… como tal, não há melhor forma de começar o novo ano com uma postura mais consciente e responsável perante o comportamento nas estradas.

Assim, a Insparedes inicia 2023 prestando aos seus seguidores e clientes uma mensagem de consciencialização sobre segurança e precaução rodoviária, assente nos comportamentos do condutor. 


A necessidade de mobilidade intrínseca e o desenvolvimento urbano levaram ao aumento da utilização do automóvel particular, o que desencadeou não só a maior quantidade de veículos nas estradas, mas também o aumento da sinistralidade rodoviária. 

Diariamente, temos conhecimento de acidentes de viação que resultam em vítimas mortais ou pessoas que, para o resto da vida, acabam por ficar incapacitadas. Uma problemática que nos leva a questionar a segurança que se vive atualmente nas estradas. 

Embora a possibilidade de acidentes seja um risco ao qual todos estamos sujeitos, e possa de facto ser também uma questão de má sorte, a verdade é que, minimizar esta possibilidade, está também nas mãos de todos os condutores que, de forma ativa, com responsabilidade e civismo, podem contribuir para estradas mais seguras. 

Devido a um instinto humano quase que “de sobrevivência”, muitos condutores são norteados por comportamentos extremos, perigosos e infratores, maximizados ainda pelo stress e pela competitividade. Associada a estes comportamentos, está também a velocidade que, além de ser uma punível infração rodoviária, é também uma comprovada fonte de acidentes de viação, associada não só à probabilidade de sinistros, mas também à gravidade das consequências dos mesmos. 

Perante este facto, continua a ser de fulcral importância consciencializar os condutores sobre as consequências dos seus comportamentos na estrada. 

Comportamentos como excesso de velocidade, má ou inexistente manutenção automóvel, uso de telemóvel ou outras distrações ao volante, recurso a manobras bruscas ou uma condução agressiva, são comportamentos, tal como muitos outros, que deve moderar para contribuir para a segurança nas estradas. 

Escusado será relembrar que a inspeção periódica obrigatória não se trata apenas de uma obrigação, mas sim de uma medida que, como razão de ser, tem o facto de contribuir para a assertividade na prevenção da segurança dos automóveis que circulam nas estradas.


A Insparedes deseja-lhe um Feliz Ano, relembrando a mensagem de que deve, ao máximo, evitar comportamentos que o coloquem a si e aos outros em perigo, contribuindo assim para estradas mais seguras, para que tenha um ano sem percalços!

A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!