logo
blog-1

Já ouviu falar em semáforos que salvam vidas? Descubra-os!


Alguma vez ouviu falar no conceito “smart cities”? Pois bem, este conceito baseia-se na utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação para o desenvolvimento dos serviços públicos.

O seu principal objetivo é compreender a relação dos cidadãos com o ambiente urbano, usando a tecnologia para desenvolver infraestruturas que facilitem o dia a dia dos seus habitantes. Saiba tudo!

Exemplo disto, são os semáforos inteligentes, também conhecidos como semáforos salva-vidas, que fazendo uso da tecnologia, cumprem o compromisso de proteger a vida dos cidadãos.


Como funciona?

Estes semáforos usam uma tecnologia que os ligam uns aos outros, permitindo que os sinais dos veículos de emergência cheguem também a eles. Desta forma, os semáforos adaptam o seu funcionamento aos veículos de emergência, ajudando a desobstruir as rotas que as ambulâncias ou carros de bombeiros vão seguir. 

Desta forma, garante-se o ganho de minutos fundamentais para que uma pessoa que precisa de assistência urgente possa obtê-la o mais rápido possível. Este sistema, já testado em várias cidades europeias, funciona mediante a troca de dados entre carros, veículos de emergência e semáforos, em tempo real. 

Garante, assim, o controlo inteligente dos semáforos através da utilização da tecnologia de telemóveis C-V2X. Por trás deste sistema estão a IA (Inteligência Artificial) e a IoT (Internet das Coisas). 

Este sistema é, também, particularmente eficaz na redução de acidentes urbanos, bastantes frequentes nas grandes cidades, já que coordena o trânsito.


Adaptação ao trânsito

Noutros países, têm sido feitas experiências com semáforos inteligentes que permitem a sincronização com o movimento da própria cidade, adaptando o ritmo da sua regulação de luz, de acordo com a situação do trânsito em tempo real. 

Assim, o tempo em que o semáforo fica vermelho nunca é o mesmo, dependendo sempre do ritmo da cidade, das pessoas que atravessam a passadeira (e que são detetadas por sensores e câmaras) e do trânsito existente. Obviamente, o funcionamento destes semáforos também difere tendo em conta se é dia ou noite, se está sol ou a chover, etc.


Semáforos ambientais?

Existem, também, semáforos inteligentes que possuem sensores de velocidade incorporados para um itinerário específico. Assim, se um semáforo detetar que um condutor está a exceder a velocidade, os outros semáforos ficarão vermelhos para impedir o condutor de continuar a infração. 

Os semáforos inteligentes não só ajudam a evitar engarrafamentos, acidentes ou melhorar o fluxo do trânsito, como também ajudam a melhorar as cidades em termos de ambiente e do seu compromisso com a poluição, já que está comprovado que uma cidade com trânsito congestionado é uma cidade mais poluída, pois os veículos são obrigados a parar e reiniciar várias vezes, o que significa maior emissão de CO₂ para a atmosfera.



Conhecia estes semáforos? Acha que ainda faltará muito para vermos estes semáforos nas nossas estradas? Concorda com esta medida implementada em Portugal? Diga-nos de sua justiça!

A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!


Aceder à fonte da notícia