logo
Insparedes - Especial Escapadinhas - Descubra o centro de Portugal!
blog-1

Especial Escapadinhas - Descubra o centro de Portugal!


Estamos em Maio, um mês perfeito para abrir hostilidades e dar início à época das escapadinhas!

Provavelmente, já conhece Portugal de lés-a-lés mas, se pretende passear e dá por si a pensar e tentar decidir o que irá visitar, conheça as nossas sugestões…quem sabe, encontrará um local que ainda não conhece e terá uma escapadinha surpreendente.


Do Norte ao Sul do País, Portugal é rico em verdadeiras pérolas, quer gastronómicas e paisagísticas, quer culturais. Assim, e embora não seja um país assim tão vasto, oferece uma enormidade de opções diferentes, sendo que, em “meia dúzia de quilómetros”, sentir-se-á teletransportado de um mundo para o outro. 

Contudo, e a pensar nas escapadelas de fim de semana, desta vez damos-lhe a conhecer algumas opções situadas no centro do país, mesmo a meio de Portugal, para que lhe sejam acessíveis quer viva no norte, quer viva no sul.


Portas do Ródão

É considerado um monumento natural, situado na Vila Velha de Ródão. Situa-se no centro de Portugal, a alguns quilómetros da fronteira entre Portugal e Espanha, formando um estrangulamento no curso da água com 45 metros de largura.




É uma ocorrência geológica natural que abrange as duas margens do Tejo e os concelhos de Vila Velha de Ródão e Nisa. 

A título de curiosidade, este local é habitat natural da maior colónia de grifos do país, sendo por isso uma região frequentemente pesquisada como referência de vários estudos científicos, quer a nível de fauna, quer a nível de flora. 

Porém, aqui podem ser observadas cerca de 116 espécies de aves, algumas raras ou em vias de extinção. Contudo, não é apenas na sua riqueza paisagística ou na sua fauna que reside o seu encanto! 

Como tal, se vai visitar as Portas de Ródão, sugerimos que aproveite para conhecer outros locais de valor histórico, cultural e gastronómico. Assim, pode visitar o místico Castelo de Ródão (ou do Rei Wamba), o Templo da Nossa Senhora do Castelo ou o Miradouro.




O Centro de Interpretação de Arte Rupestre do Vale do Tejo é também uma magnífica opção, já que contempla um dos mais importantes conjuntos de arte pós-paleolítico da Europa, dando a conhecer a maior concentração de gravuras rupestres pré-históricas da Península Ibérica. 

Em Portas de Ródão, pode também subir os seus gigantes montes de seixos ou descobrir a antiga mineração de ouro, em funcionamento durante o período de ocupação romana. 

Pode conhecer o rio de uma forma mais próxima, apanhando para isso um barco no cais fluvial de Vila Velha de Ródão, vislumbrando a Foz do Cobrão e as Portas de Almourão, zonas circundantes da região. De qualquer forma, paisagens pitorescas e boa comida típica da região, certamente não faltarão!


Passadiços do Paiva

São os passadiços mais aclamados de Portugal, atraindo anualmente milhares de visitantes, que procuram agregar o útil ao agradável: paisagens exuberantes e bons momentos entre amigos ou família!




Com uma extensão total de 8,7km, o Passadiço liga as praias fluviais de Areinho e da Espiunca, acompanhando o Rio Paiva no Geopark de Arouca. 

O percurso pode demorar até 2h30 a completar, com alguma dificuldade acrescida devido às acentuadas subidas e descidas. Nesta zona, poderá também encontrar a maior ponte pedonal suspensa do mundo! No entanto, a zona de Arouca é repleta de surpresas, não fosse conhecida pelas suas “pedras parideiras”! 

Rica em percursos pedestres, zonas balneares e atividades de desporto e aventura, atividades promovidas pelo Arouca Geopark, poderá também descobrir a Rota dos Geossítios, que lhe dará a conhecer o vale Surpreendente ou as Minas Desconhecidas do Paiva. 

Arouca é rica em aldeias tradicionais, monumentos, museus e unidades interpretativas, o que o deixará ocupado durante uns dias de descanso, nos quais poderá também conhecer a gastronomia típica, nos vários pontos de restauração da zona.


Cascata da Cabreia

Considerada a cascata mais fotogénica do centro de Portugal, a Cascata da Cabreia localiza-se num parque de lazer conhecido pelas suas águas límpidas do rio Mau.




As águas da referida cascata caem a uma altura de 25 metros, nesta que se insere na região paisagística de Sever do Vouga. 

É rodeada por um manto de vegetação e oferece pano de fundo quer para banhos refrescantes, quer para fotografias inesquecíveis. Esta é a região ideal para passeios ao ar livre com a família, para passear com crianças ou com animais de estimação. 

Se a ideia é um piquenique, estará no local ideal, já que encontrará várias mesas para o efeito, no parque de merendas situado na mesma zona. 

Após o almoço, se quiser esticar as pernas, pode aventurar-se pelos percursos pedestres até às Minas do Braçal.


Mata da Margaraça

Este é outro local estonteante, considerado um dos mais bonitos de Portugal.




Destacando-se pela sua beleza, a Mata da Margaraça proporciona diversas atividades para toda a família, focando-se nas caminhadas fortalecidas pela união com a natureza. 

Repleta de variados trilhos, é um verdadeiro ex-líbris da Natureza, sendo o cenário perfeito para passeios em família ou bons momentos a dois.


Quinta das Lágrimas

Famosa por ter sido cenário da história de amor entre D.Pedro e Dona Inês de Castro, os jardins da Quinta das Lágrimas são um verdadeiro museu natural, que alberga centenas de anos de história na sua paisagem.




Situada nos arredores de Coimbra, a Quinta das Lágrimas é conhecida pela sua beleza arquitectónica, constituída por belos jardins, que acolhem espécies vegetais oriundas de todo o mundo. 

Com floresta à sua volta e alojamento na própria quinta (Hotel Quinta das Lágrimas), os seus jardins oferecem zona de mata, usada em tempos de Nossa Senhora para a caça, tem também uma zona de jardim junto ao palácio e restaurante. Pode descobrir, também, a lendária Fonte das Lágrimas, famosa por conter manchas vermelhas que, até aos dias de hoje, são associadas ao sangue de D.Inês. 

Perto da Quinta das Lágrimas, pode também visitar o Mosteiro de Santa Clara, O Museu Nacional de Machado de Castro, a Universidade de Coimbra, a Sé Velha de Coimbra e o velho Café de Santa Cruz. 

Se viaja com os mais pequenos, então uma ida ao Portugal do Pequeninos vai ser, com toda a certeza, uma ideia bem acolhida!


O Centro de Portugal tem muito por descobrir - zonas florestais, monumentos históricos, cidades pitorescas, zonas medievais… Esperamos que, com estas sugestões, dê início a uma escapadinha inesquecível, descobrindo muito mais pelo centro do nosso belo país!


A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!


Aceder à fonte da notícia