logo
blog-1

Descubra os 10 mandamentos de um condutor cívico!


Durante a condução, qualquer elemento pode desencadear mudanças de comportamento dos condutores.

Embora os comportamentos pouco cívicos possam estar na ordem do dia nas estradas portuguesas, saiba quais são os 10 comportamentos característicos de um condutor com nota 10 em civismo!


É inegável que o estado de espírito afeta a nossa atitude, assim como as situações com que nos podemos deparar na estrada. Como consequência, é comum nos depararmos com comportamentos pouco cívicos na estrada que, embora sejam frequentes, não significa que sejam adequados. 

Para o prevenir e contribuir para estradas mais civilizadas, descubra com a Insparedes quais os 10 mandamentos de um condutor cívico, que o farão não só moderar comportamentos inadequados na estrada, como evitarão conflitos com outros condutores!


“Não buzinará de forma inoportuna!”

A buzina deve ser utilizada de forma justificada, ou seja, para avisar ou evitar situações perigosas. Também pode ser usada em estradas estreitas e com muitas curvas para alertar os outros utentes ou para avisar da presença do veículo no caso de este ter de ser conduzido como serviço de emergência. Contudo, não pode utilizar a buzina para indicar indignação ou “reclamar” com outros condutores.

“Não ultrapassará de forma agressiva ou incorreta!”

As ultrapassagens devem ser efetuadas corretamente, sem movimentos bruscos e, muito menos, entrar brusca e repentinamente na frente de outro veículo. Más ultrapassagens podem colocar em risco a segurança de todos os utentes da estrada.

“Não pressionará o condutor da frente!”

Manter-se colocado ao veículo da frente é uma forma de intimidação e pressão, que ocorre várias vezes quando um condutor não está satisfeito com a condução ou a velocidade do veículo da frente. Pelo contrário, o comportamento adequado a adotar é manter a distância de segurança, de forma a que seja possível reagir e parar o veículo em circunstâncias imprevistas.


“Respeitará a ordem nos engarrafamentos, saídas e entradas!”

A tentativa de furar as filas é um comportamento que gera desconforto entre os outros condutores que estão a respeitar a ordem de chegada na fila.

“Não parará ou estacionará em fila dupla!”

Este comportamento é muito habitual nas cidades, porém não só incomoda o veículo que está bloqueado e não pode sair, mas também os outros veículos na estrada, que em muitos casos são obrigados a mudar de faixa.

“Respeitará as passadeiras para peões!”

Não parar o veículo para ceder a passagem aos peões nas passadeiras é uma infração muito grave. A pressão não é um argumento válido quando se fala em segurança!

“Respeitará os sinais de “Stop” e de cedência de passagem!”

Se há um sinal de cedência de passagem ou de stop, significa que deve parar e ceder a passagem a outros condutor. Se não o fizer, aumentará a probabilidade de acidente.

“Acionará os piscas sempre que necessário!”

É importante acionar sempre os piscas antes de efetuar uma mudança de direção, já que só dessa forma os outros condutores perceberão a intenção.

“Respeitará estacionamentos reservados a pessoas com incapacidades!”

Há pessoas com dificuldades para deslocar-se e, portanto, é importante que contem com estas zonas de estacionamento reservado para lhes facilitar a mobilidade.

“Não adotará gritos, gestos ou insultos no seu comportamento!”

É cada vez mais recorrente em ambiente urbano nos depararmos com condutores enervados, que gritam, fazem gestos, se insultam entre si, etc. Não se deixe levar por estes comportamentos!


Enquanto condutor, deve prezar por cumprir as normas de trânsito, ser cívico e promover um bom ambiente com todos os utentes da estrada.

A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!


Aceder à fonte da notícia