logo
blog-1

De volta à rotina? Redobre o cuidado com crianças!


Setembro é o mês, por excelência, do regresso à azáfama do dia-a-dia…entre os afazeres, estão a compra do material e escolar e de roupa para o novo ano letivo, o que obriga a várias viagens com os mais pequenos.

Contudo, com o stress instalado, os momentos de correria são também propícios a distrações que podem ser perigosas. Saiba tudo com a Insparedes!

O ano letivo está quase a começar e é altura de “pôr mãos à obra” e preparar as crianças para esta fase. Na lista de tarefas consta a compra dos livros, do material escolar e de roupa para o regresso às aulas. 

Naturalmente, estas tarefas fazem com que tenha de se deslocar, até várias vezes, com as crianças no carro. E se a essas se acumularem outros afazeres, dará por si a pensar que não há problema deixar as crianças no carro “por apenas dois minutos”. Errado! 

Se há erro que pode levar a consequências graves é deixar uma criança no carro, pensando que por poucos minutos nada de errado irá acontecer. Ainda que o vidro possa ficar parcial ou totalmente aberto, esta opção não é segura e, por isso, não é solução! 

Em Setembro ainda presenciamos dias de muito calor, sendo que no interior de um veículo a temperatura aumenta exponencialmente, tal como afirma o relatório “Crianças nos automóveis e insolação na infância”, realizado pela Fundação MAPFRE. 

Deixar uma criança no veículo pode, assim, levar a um choque térmico, um dos casos mais graves de hipertermia. O corpo está sobreaquecido. 

A falta de hidratação faz com que vários órgãos deixem de funcionar de forma normal e a idade é um fator de predisposição, especialmente em crianças com menos de 4 anos e mais em crianças com menos de 1 ano de idade, bem como em pessoas idosas.

  1. Vigiar sempre as crianças que viajam consigo no carro; 
  2. Assegurar a hidratação das crianças, oferecendo-lhes várias vezes água; 
  3. Planear as viagens atempadamente de forma a evitar conduzir nas horas mais quentes do dia; 
  4. Ao sair do veículo, verificar sempre que as crianças vão consigo; 
  5. Estacionar o carro em locais com sombra ou em garagens; 
  6. Garantir que as crianças viajam com roupas leves e respiráveis; 
  7. Nunca deixar crianças num veículo estacionado fechado, mesmo que acompanhadas; 
  8. Quando fora do veículo, garanta que o mantém trancado, para que as crianças não entrem sozinhas na viatura sem que os adultos se apercebam; 
  9. Ensinar às crianças que o carro não é local para brincar.

Seguindo estas dicas, garantirá a segurança dos mais pequenos e fará com que, esta fase mais caótica, seja vivida com mais serenidade. Alertamos que, se vir uma criança sozinha num veículo, deve rapidamente ligar para o 112 e tentar ajudá-la a sair do carro rapidamente…cabeça fria e ação rápida podem ser a diferença para salvar uma vida!


A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!


Aceder à fonte da notícia