Cidades portuguesas com novas proibições em prol do ambiente

Já há muito, que Madrid tem vindo a servir de exemplo para o Governo português no que diz respeito à proteção ambiental das nossas cidades. Saiba o que se pode vir a alterar.

Várias são as cidades portuguesas que já possuem políticas de acesso aos centros urbanos mais exigentes, no entanto pretende-se agora alterar as regras para que se “aperte” mais nas proibições.

cidades portuguesas

 

Conheça com a Insparedes todas as instâncias destas alterações, em prol de centros urbanos menos poluídos.

Proibições para veículos a gasolina e a gasóleo

No contexto crescente de proteção e preocupação ambiental, o Ministro do Ambiente e da Transição Energética admitiu a possibilidade de proibir a circulação de veículos a gasóleo ou gasolina nos grandes centros urbanos, sendo dado às autarquias o poder de decidir políticas específicas neste domínio.

Madrid é exemplo em resultados

A proibição de circulação de veículos mais contaminantes que foi implementada em 30 de novembro, em 472 hectares de Madrid, reduziu o tráfego em quase 32% em algumas áreas, segundo os primeiros indicadores.

Os menores congestionamentos trouxeram ainda benefícios para o transporte público, já que as velocidades dos autocarros aumentaram em 14%.

O plano em causa, conhecido como Madrid Central, pretende baixar a poluição na capital espanhola, especialmente ao nível dos óxidos de azoto que, desde o ano 2010, vêm ali ultrapassando os limites europeus e se estimam que possam estar ligados a cerca de três mil óbitos prematuros por ano.

Os veículos visados pelas proibições são os de motor a gasolina antes de janeiro do ano 2000 e os Diesel matriculados antes de janeiro de 2006.

Os automóveis que podem entrar na zona limitada são os que ostentam a etiqueta ambiental da DGT (Direção Geral de Tráfego). Ou seja, os que dispõem da etiqueta “B”, “C”, “Eco” e “Zero” podem circular pela capital. Porém, aos moradores serão dadas alternativas ou não sofrerão com estas proibições.

Para já, é ainda uma política em estudo que poderá vir a fazer parte do nosso quotidiano…qual a sua opinião, está de acordo com esta ideia?

A Insparedes deseja-lhe Boas Viagens!

 

Aceder à fonte da notícia

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário



Os melhores Truques e Dicas para valorizar o seu automóvel

Comece a receber todos os meses...
Inscrever Agora 
close-link